As novas empresas, e a magia do nosso tempo

353

Provavelmente você já deve ter notado o quanto as empresas têm evoluído e o quão competitivo tem estado o mercado. Empresas vão a falência por diversos motivos; rejeição do mercado, situação económica, défices na gestão, ou porque são sufocas por outras empresas – que têm a magia do nosso tempo.

Essa magia retrata fenómenos que embora para algumas pessoas passem por despercebidos, ilustram uma enorme revolução na forma de como os negócios têm sido feitos.

Facebook_successcode
Facebook, o maior influenciador mediático do mundo, não cria conteúdo.

 uber-logo
Uber, a maior companhia de táxis do mundo, não possui veículos próprios.

itunes-logo-successcode
iTunes, a maior loja de musicas do mundo, não produz músicas.

alibaba-logo-successcode
Alibaba, a maior retalhadora de produtos do mundo, não tem produtos próprios.

airbnb_logo_successcode
Airbnb, a maior provedora de acomodação, não possui património imobiliário.

instagram_logo_successcode
Instagram, a maior empresa de fotografias do mundo, não vende câmeras.

Netflix_successcode
Netflix, a rede televisiva de maior crescimento, não depende do sinal convencional.

A lista é longa. Se estende por outras empresas como a Google, o Whatsapp, o Twitter, o Seamless, e etc. As mesmas empresas são as que mais cresceram nos últimos tempos, então qual é o mistério?

Depois de analisarmos o que essas empresas não têm, está na hora de percebermos o verdadeiro motivo que as leva a serem tão lucrativas. De acordo ao TechCrunch, essas empresas têm o domínio das plataformas de interface com o usuário, o que as torna numa camada muito fina sobre os diversos provedores de serviços, e as possibilita trabalhar sem grandes custos operacionais.

Qual é a tua opinião quanto “a magia” do nosso tempo?

Originally posted 2016-10-19 19:41:39.

Partilhar

Quer ter o seu conteúdo publicado no Success Code? Entra em contacto com o nosso editorial pelo email write@successcodeblog.com
Artigos criados 49

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
error: Protected!